6.10.11

Resíduos agrícolas viram pellets de madeira

A Suécia tem tido bons resultados utilizando resíduos agrícolas (casca de amendoim, palha de milho, palha de arroz, ...) para a produção de pellets. Além de ter aceitáveis propriedades físicas, químicas e térmicas, esses subprodutos podem ser misturados a resíduos de madeira e finos de carvão, por exemplo, para aumentar seu poder calorífico. Devemos ter cuidado que a palha, por exemplo, tem altos teores de cinzas que pode inviabilizar seu uso doméstico em queimadores de pequena escala. Pesquisadores (*) daquele país concluíram, ainda, que custos aceitáveis de produção só são conseguidos em indústrias com grande escala de produção. Além disso, a baixa densidade desses resíduos, necessita-se de grande volume de matéria-prima, que envolve questões de logística para se viabilizar algum negócio nesta área. Para o Brasil, fica a possibilidade de misturas desses resíduos agrícolas com serragem de madeira.

(*)
Postar um comentário