9.9.17

AUMENTOU A PRODUÇÃO DE PELLETS NO BRASIL


A recessão dos últimos anos, que derrubou a economia brasileira, não chegou para o mercado de pellets de madeira. A produção desse biocombustível sólido quase triplicou no Brasil, nos últimos 3 anos, por conta das empresas de grande porte que começam a operar no mercado Internacional. Novas fábricas, com grandes capacidades de produção, começam a operar no Brasil como a Tanac (pellets de Acácia negra), a Cosan (pellets de bagaço-de-cana) e a Forespel (pellets de madeira de pinus), todas visando a exportação desses biocombustíveis sólidos densificados. Se as previsões de consumo de pellets se confirmarem e o Brasil conseguir penetração nesse mercado, poderá se tornar um dos principais players dessas commodities.

Fontes:
GARCIA, D. P.; CARASCHI, J. C.; VENTORIM, G. O setor de pellets de madeira no Brasil. Revista Ciência da Madeira, v. 8, n. 1, p. 21–28, 2017. 
GARCIA, D.P. Cresce a produção de pellets no Brasil. Nota Técnica. Revista O Papel, setembro, 2017.
Postar um comentário