27.8.11

Os pellets de madeira x serragem x cavacos

Trabalhei numa Indústria de móveis onde havia grande quantidade de subprodutos (serragem, cavacos, nó seco...) do processo de fabricação.  Era um subproduto "nobre" pois já estavam com baixo teor de umidade (menor que 10%). Pensando em agregar valor a esses resíduos, instalou-se uma Indústria de pellets de madeira com capacidade de 4 toneladas por hora. Mas, não compensava produzir o "nobre combustível" pois os custos envolvidos no processo (uniformização das partículas, energia elétrica, movimentação de matéria-prima, ensacamento...) eram superiores ao preço de venda do produto. Ou seja, não dava lucro! Era mais interessante vender a serragem "in natura" para a queima do que processá-la. A valorização dos pellets, enquanto combustível renovável, é uma questão de tempo....pouco tempo.
Postar um comentário